Aprendendo a enxergar potencial

A primeira coisa que ainda estou aprendendo quando se trata de roupas usadas, é enxergar o potencial delas. Como na maioria das vezes, ao olhar uma vitrine, nós somos levadas a imaginar aquele look em nós durante um evento mega importante da empresa, com o garimpo não é diferente. Só é um pouco mais difícil. (risos)

É preciso ter sentimento pela peça. É preciso tocar, entender como ela se comportaria se a vestisse, todas as possibilidades que ela traz e, principalmente, pensar em diferentes pessoas com diferentes estilos que usariam aquela peça. Imagine aquela sua amiga mais despojada e irrestrita em relação ao guarda-roupa. Como ficaria nela? Depois olhe pra você, se imagine usando-a de frente para um espelho, e se você é do tipo romântica, provavelmente terá flores nesse look. Visualize se na sua amiga e em você aquela peça irá brilhar por si só ou se você pode acrescentar algo nela que a tornará única. Depois desses 5 minutos olhando pra peça, caso não enxergue tudo isso, deixe que seus olhos brilharão por outra.

Olha algumas que levei por que consegui ver potencial:



Começar do zero pelo desapego de alguém

Galera, vou começar esse blog (deve ser o 25º que faço) pra compartilhar algumas coisas sobre nosso novo empreendimento: o Brechó da Beca RJ.

Não tem muita história pra contar não. Eu simplesmente decidi me livrar de roupas que estavam paradas no guarda-roupa por um preço muito abaixo do que paguei. A ideia deu tão certo, que decidi me juntar com a minha irmã e abrir um brechó online.

Nesse primeiro contato, vamos apenas deixa aqui nosso link do instagram pra vocês conhecerem pois, ao decorrer da semana, peças usadas estarão procurando por novas histórias com gente diferente.