Aprendendo a enxergar potencial

A primeira coisa que ainda estou aprendendo quando se trata de roupas usadas, é enxergar o potencial delas. Como na maioria das vezes, ao olhar uma vitrine, nós somos levadas a imaginar aquele look em nós durante um evento mega importante da empresa, com o garimpo não é diferente. Só é um pouco mais difícil. (risos)

É preciso ter sentimento pela peça. É preciso tocar, entender como ela se comportaria se a vestisse, todas as possibilidades que ela traz e, principalmente, pensar em diferentes pessoas com diferentes estilos que usariam aquela peça. Imagine aquela sua amiga mais despojada e irrestrita em relação ao guarda-roupa. Como ficaria nela? Depois olhe pra você, se imagine usando-a de frente para um espelho, e se você é do tipo romântica, provavelmente terá flores nesse look. Visualize se na sua amiga e em você aquela peça irá brilhar por si só ou se você pode acrescentar algo nela que a tornará única. Depois desses 5 minutos olhando pra peça, caso não enxergue tudo isso, deixe que seus olhos brilharão por outra.

Olha algumas que levei por que consegui ver potencial:



Anúncios

Nosso 1º Evento: BRECHOLÂNDIA

Gente, que medo! Medo de errar, medo de pagar micão, medo de furar o pneu do carro, medo de não ter público, medo de não vender, medo medo medo…!! AH! Medo completamente desnecessário porém super bem vindo! O medo faz a gente dar saltos altos e voar!

No último fim de semana (13/05/17), minha irmã (@melissaverli_) e eu (@rebecaverli) levamos o Brecho da Beca para um evento muito fofo chamado Brecholândia – Lona Cultural Hermeto Pascoal, Bangu, RJ! Essa foi a 2ª edição realizada pela organização e a nossa primeira participação. Nosso brechó é bem novinho, acabou de fazer um mês de vida hahaha mas já conta com vários clientes não só do Rio de Janeiro mas também de São Paulo e Brasília.

Quero compartilhar com vocês algumas fotos do nosso stand lá. Dá uma olhada!